Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

The Skin Game

Blogue português escrito por uma profissional de farmácia e dedicado à dermocosmética.

Review: Skinceuticals Hydrating B5 Mask

11289620-5034444637117106.jpg

 

Tipo de produto: máscara

Função: hidratante

Ingredientes principais: ácido hialurónico

Quando usar: 1x/semana

Textura: gel

Aroma: não existente

Embalagem: tubo de plástico

Quantidade: 75ml

Preço: 65€

Onde comprar: farmácias

 

Sabem aquela máscara carérrima com que sonharam durante anos e que depois subitamente vos cai no colo? Bem, quando eu não tinha dinheiro disponível para de vez em quando cometer umas loucuras e comprar umas coisas demasiado caras, eu sonhava com o dia em que ia comprar esta máscara. Não me perguntem porque me fixei nesta, talvez pelo facto de ser uma máscara hidratante que era em gel em vez de um creme super espesso e portanto seria ideal para a minha pele oleosa. Eventualmente no fim do ano passado recebi-a numa formação da marca e só me faltou dançar de felicidade.

Bem, eu agora danço de felicidade principalmente por nunca ter comprado esta máscara. Vocês sabem que não é frequente fazer reviews de produtos de que não gosto e geralmente tenho de achar que é um problema de formulação propriamente dito do que não resultar em mim para o fazer. Bem, é o que se passa com esta. Não gosto dela, não acho que esteja formulada ao nível da Skinceuticals, que geralmente é uma das marcas que aponto como sendo cara mas na qual compensa pagar cada cêntimo do produto.

Vamos aos problemas propriamente ditos. O primeiro passa pelo facto de eu não sentir que esta máscara realmente hidrate a pele, o que é um problema considerando que ela é uma máscara hidratante. Sinto praticamente zero diferença depois de a colocar e mais depressa sinto que um bom sérum fez o seu trabalho do que esta máscara.

O segundo problema está no facto da formulação em gel criar uma película de produto no rosto que não só é difícil de tirar, como torna impossível dormir com a máscara no rosto, algo que geralmente é recomendado em máscaras hidratantes.

O terceiro problema está no facto de, em muita gente, esta máscara provocar uma sensação de aquecimento ou até queimadura no rosto, coisa que não é muito simpática. Felizmente a minha pele já não é sensível como era, mas o meu marido, por exemplo, não a consegue usar sem aplicar o Phyto Corrective antes (dica da especialista da Skinceuticals numa das formações, que realmente resulta).

Infelizmente não tenho coisas boas para dizer. Adorava ter, adorava usar a máscara cara dos meus sonhos agora que a tenho, mas vou mesmo desistir dela, porque sem resultados para apontar e tendo dificuldade em tirá-la do rosto, não vejo vantagens em gastar tempo a utilizar este produto.

(a propósito, a Skinceuticals já trazia para Portugal era a Phyto Corrective Mask, essa eu juro que corria para ela)

*produto recebido numa formação

Review: Oh K! Bubble Sheet Mask

oh k mascara exfoliante.jpg

 

Tipo de produto: máscara de tecido

Função: esfoliante

Ingredientes principais: extracto de salgueiro e de canela

Quando usar: 1 vez por semana

Embalagem: unidose, com máscara de tecido preta

Quantidade: 1

Preço: 8€

Onde comprar: Primor, Beauty by Noor

 

Esta é mais uma review que devia estar escrita há muito tempo. Foi uma das máscaras que escolhi para fazer antes da sessão de solteiros e antes do casamento, porque honestamente gosto do efeito dela na pele e divirto-me a ver as bolhas porque tenho 5 anos. A ideia desta máscara, para quem não conhece, é que após a aplicação a máscara começa a produzir espuma e ajuda a fazer uma esfoliação química enquanto actua. Geralmente uso-a quando tenho tempo de fazer duas máscaras seguidas, seguindo com uma máscara hidratante.

 

No espaço de 10 minutos, além de ficar a parecer o pai Natal, a pele fica super suave ao toque, sem qualquer vermelhidão associada e sinto que os efeitos das máscaras seguintes são potenciados (já experimentei usar as outras máscaras por si só e decididamente há diferença).

 

Agora, sejamos honestos. Uma máscara de tecido é algo que realmente compense? Não. Especialmente se uma pessoa já tiver uma rotina aperfeiçoada, porque aí todas as necessidades estão cobertas pela própria rotina. Por outro lado, para eventos ocasionais ou simplesmente para aquele dia em que uma pessoa está a precisar de sentir que está a cuidar de si própria, não há nada mais perfeito do que uma máscara de tecido. Para mim é algo a ter sempre na gaveta para assegurar que está lá em caso de necessidade, mas que definitivamente não uso como parte de uma rotina.

Review: Ducray Hidrosis Control Roll-On

hidrosis-control-roll-on.jpg

 

Tipo de produto: antitranspirante

Função: reduz transpiração e odor

Ingredientes principais: sesquiclorohidrato de alumínio

Quando usar: manhã

Textura: loção quase líquida

Aroma: neutro

Embalagem: embalagem de plástico com roll-on

Quantidade: 40ml

Preço: 13€

Onde comprar: farmácias

 

Quanto eu escrevi o post sobre a minha opinião relativamente a marcas, a Pierre Fabre contactou-me com o intuito de me enviar alguns produtos, pois achavam mesmo que eu estava enganada relativamente a duas das marcas deles, a Avène e a Ducray. Aceitei, porque se há coisa que me entusiasma é gente que confia tanto nos produtos que acha que eles são a melhor maneira de se provarem a si próprios (para quê jurar a pés juntos que o produto é bom se se acha que o produto vale por si próprio?).

 

Um dos produtos que ficou imediatamente debaixo de olhos foi este Hidrosis Control, que tinha acabado de ser lançado (eu e a minha tendência natural para produtos glamorosos como antitranspirantes...), mas como recebi a caixa pouco antes de casar, só há sensivelmente um mês é que consegui começar a pegar nos produtos decentemente e a testá-los. Este foi imediatamente para o meu saco de ginásio porque estava mesmo a precisar de um substituto para o desodorizante que lá tinha, portanto pode-se dizer que foi arduamente testado nas piores condições.

 

Gente, ele portou-se tão bem. E como eu sei que antitranspirantes é coisa que os meus leitores nunca se cansam de procurar (o feedback que tive sempre que falei deste tema é prova-viva disso), cá fica a review porque realmente é um produto que vale a pena. Não substituiu o meu habitual, que é o Roc Keops, mas ganhou lugar permanente no meu saco de ginásio. Isto porquê? Porque acho que na verdade ele até controla melhor a transpiração e o odor que o Roc, mas a fórmula não é transparente e não quero que acumule na minha roupa do dia a dia. Não que até agora isso pareça ser um problema, mas é um risco que não quero correr. Não me provocou nenhuma alergia ou desconforto, não me aumentou a tendência para pêlos encravados na axila e controla mesmo bem a transpiração. Como praticamente não tem odor, é óptimo porque detesto antitranspirantes com odores fortes. Sinceramente é mesmo um dos melhores antitranspirantes que conheço, e se sofrem do mesmo mal que eu, vale a pena dar uma vista de olhos.

 

*produto enviado pela marca

Review: Jowaé Revitalizing Moisturizing Lotion

jowae-body-lotion.jpg

 

Tipo de produto: loção de corpo 

Função: hidratante

Ingredientes principais: óleo de girassol, glicerina

Quando usar: manhã e noite

Textura: loção fluída

Aroma: verde

Embalagem: plástico com doseador

Quantidade: 400ml

Preço: 15€

Onde comprar: farmácias, Skin

 

Sabem aqueles produtos que uma pessoa está 100% convencida que já escreveu a review há imenso tempo e depois pesquisa e descobre que não? Pronto, é esta loção. A Jowaé foi lançada há mais ou menos um ano atrás e é a marca irmã da Lierac e da Phyto, desenvolvida tendo como base as plantas e estilo de vida da Coreia do Sul. É uma marca que tem uma relação qualidade/preço espectacular, mesmo. Aliás, no geral é uma marca que é bem tolerada por imensa gente, incluindo as de pele mais sensível, daí não ter percebido ainda porque não se gerou o merecido hype à volta destes produtos. Se calhar eu esquecer-me de escrever reviews também não ajuda, mas passemos à frente.

 

O que há para dizer da loção propriamente dita? Para começar o aroma. Eu sei que raramente começo por aqui, porque é uma coisa que no fim de contas é bastante irrelevante, mas foi o que me cativou de imediato e que me convenceu a usar o produto. Se a cor verde tivesse um aroma, era o desta loção. E eu sei que parece meio tolo de se dizer, mas é a mais pura das verdades. Adorei de imediato a loção por causa disto, uma vez que o aroma é muito neutro mas ao mesmo tempo agradável. Posso usá-la em pleno verão sem ter o menor problema com o facto do aroma ser demasiado intenso.

 

Quanto à loção em si, só tenho coisas boas a dizer no geral. Adoro que a embalagem tenha pump, mas desconfio que vou gostar pouco dela quando estiver perto do fim, pois de certeza que deve acumular produto nas paredes. A loção em si é super leve, mas ao mesmo tempo hidratante, e é rapidamente absorvida. A quantidade de produto é óptima para o preço e a qualidade que tem. Outras duas características que para mim não são primordiais, mas que sei que muita gente procura, é o facto da fórmula ser 97% composta por ingredientes naturais e ser um produto vegan.

 

No geral é uma óptima loção de corpo, com um aroma agradável, uma boa hidratação e absorção e grande relação qualidade/preço.

 

* produto recebido através da Skin