Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

The Skin Game

Blogue português escrito por uma profissional de farmácia e dedicado à dermocosmética.

Review: La Roche-Posay Lipikar AP+ Stick

 

Tipo de produto: stick

Função: hidratar, acalmar

Ingredientes principais: manteiga de karité, madecassoside

Quando usar: durante o dia

Textura: stick

Aroma: inexistente

Embalagem: tubo com roda para fazer subir o produto

Quantidade: 15ml

Preço: 10€

Onde comprar: farmácias, Skin

 

Quem também tiver dermatite atópica sabe do que falo quando descrevo a chatice que é trabalhar numa mesa, com os cotovelos apoiados, quando se tem dermatite atópica nos cotovelos. Cada malha da camisola parece um atentado à concentração no trabalho e é frequente ficar completamente desconfortável. Foi por isso que, após uma longa luta interna prolongada com o "Ana Catarina, não precisas de comprar mais um produto que vais acabar por ter encostado em qualquer lado", lá comprei este stick. Foi a melhor coisa que fiz.

A ideia deste stick é substituir o movimento de coçar por um de hidratar e acalmar a pele. Não só temos a sensação de pressão na área afectada, o que ajuda a acalmar a vontade de coçar, como tem realmente ingredientes calmantes e nutritivos de forma a nutrir a zona e reduzir o prurido. Tudo isto, no meu caso, evitar-se-ia se eu fizesse o que devia e hidratasse devidamente a zona dos cotovelos diariamente após o banho - porto-me mal e só me lembro de o fazer quando o rei faz anos. Portanto se o vosso caso de dermatite atópica for complicado ou se forem preguiçosos como eu, este é um bom método para contrariar um pouco a tendência do eczema piorar.

Aquilo que me atrai particuarmente no produto é a portabilidade e a forma como é fácil aplicar. Geralmente tenho-o numa das gavetas na secretária e tiro sempre que acho necessário. Como não se sujam as mãos, a aplicação faz-se mesmo ali sentada à secretária e depois é só voltar ao trabalho, sem mãos sujas e muito mais confortável de forma instantânea.

Review: La Roche-Posay Anthelios Bruma Anti-Brilhos SPF50

larocheposay_bruma_antibrilhos_spray_protector_rev

 

 

Tipo de produto: spray para reforçar a protecção solar

Função: protector solar

Ingredientes principais: octocrileno, dimeticone

Quando usar: quando necessário

Embalagem: embalagem com spray

Quantidade: 75ml

Preço: 15€

Onde comprar: farmácias, parafarmácias, Skin

 

A ideia não é nova, mas depois do desapontante desempenho da Eau de Soin da Bioderma em peles mistas ou oleosas, a grande maioria das pessoas estava com as esperanças depositadas neste novo produto da La Roche-Posay que promete ser um reforço de protecção solar desenhado com uma função anti-brilhos.

Por norma, se tenho um produto diferente nas mãos, gosto de o usar como uma pessoa normal: pegar nele e tentar fazer a coisa resultar. Eventualmente olho para a embalagem à procura de instruções específicas, sendo que esta embalagem só indica que se deve agitar bem o produto antes de usar. A primeira vez que tentei aplicar o produto, confesso que a coisa não correu muito bem - acabei por usar bem mais do que seria recomendável e não gostei do aspecto final. Entretanto uma leitora fofa indicou-me que este produto deveria ser usado em Z (mantendo os olhos e boca fechados) e segui essa indicação no dia seguinte, tendo melhorado exponencialmente os resultados.

Então o que é que posso dizer acerca do produto quando ele é bem usado? Que funciona e está aprovado para pele mista. Apesar de dizer "anti-brilhos" o produto não tem acção matificante, mas também não acrescenta qualquer oleosidade à pele (só isto já é um grande bónus), mas por outro lado as zonas mais secas do rosto também não ficaram a repuxar e mantiveram-se confortáveis. O facto de conter silicones faz com que a pele fique com aquela textura aveludada típica dos silicones - não sou fã, mas sei que não faço parte da maioria - e a embalagem é pequena e prática para transporte no dia a dia na carteira, tornando muito mais simples a reaplicação de protecção solar por cima da maquilhagem.

Quanto à protecção propriamente dita, não a testei em condições extremas, mas portou-se sempre muito bem e mantenho-me sem escaldões nem vermelhidões.

Review: La Roche Posay Redermic R UV FPS30

redermic r uv fps30 retinol.jpg

 

 

Tipo de produto: creme de rosto com protecção solar
Função: hidratante, protector solar
Ingredientes principais: retinol a 0.3%, octocrileno, Univul T
Quando usar: manhã depois dos restantes cremes e antes da maquilhagem
Textura: creme fluido
Aroma: muito suave, quase inexistente
Embalagem: tubo de alumínio
Quantidade: 40 ml 
Preço: 36€
Onde comprar: farmácias, Skin

 

Esta review vem directamente da minha mãe, que é quem tem usado este produto como se não houvesse amanhã. O Redermic R UV é a mais recente adição à gama Redermic da Roche Posay e, depois de uma encomenda que desapareceu no éter com o Redermic R normal que supostamente vinha cá para casa e com o facto de estar esgotado, acabei por receber este novo creme com protector solar incluído. Como o feedback que tinha dele é que era um pouco mais rico e tenho pele mista, achei que não valia a pena arriscar e ofereci-o à minha mãe, que tem pele seca e adora produtos com retinol. Aparentemente foi a melhor coisa que fiz, porque tornou-se rapidamente o protector solar diário dela (e não é que ela não tenha falta de escolha em casa, que ela herda imensa coisa minha).

 

A textura dele é de um creme fluido, mas a pele seca da minha mãe não se queixa nada e absorve tudo rapidamente sem deixar resíduo e sem ficar a repuxar. O facto do retinol ser de libertação prolongada ajuda a que o efeito seja prolongado ao longo do dia, tendo acção anti-envelhecimento e anti manchas. Como contém silicones, funciona muito bem como base de maquilhagem - neste caso não me verão a reclamar dos silicones porque é o último produto a utilizar antes da maquilhagem, e portanto acho óptimo que tenha silicone e dispense o primer nalguns casos. Não recomendo que seja usado durante o verão por causa do retinol e da protecção factor 30, mas é óptimo para esta altura do ano em que o sol ainda não está intenso.

 

* produto cedido pela marca

Review: Serozinc da La Roche Posay

Tipo de produto: água termal

Função: calmante, reequilibrante

Ingredientes principais: água termal, sulfato de zinco

Quando usar: após limpeza / após o tónico esfoliante / em SOS / como spray facial

 

Textura: líquido

Aroma: sem aroma

 

Embalagem: garrafa com pulverizador

Quantidade: 150 ml

 

Preço: 11€

Onde comprar: feelunique, Cocoon Center, LookFantastic, farmácias e parafarmácias [comprar]

 

serozinc.JPG

 

Não vou estar aqui com muitas coisas: isto é essencialmente uma água com zinco (aliás, pouco mais tem na composição). E se há produtos extremamente essenciais, este não é com certeza um deles. Se não têm um bom hidratante, um bom SPF ou um bom óleo, invistam primeiro nesses. Contudo, se já têm todos os considerados “essenciais”, então esta é uma óptima opção para explorarem, em particular se tiverem pele oleosa ou acneica.

 

Então, e para que é que serve este produto? Bem, o zinco é cada vez mais reconhecido como um elemento com propriedades antioxidantes e anti-irritantes. Isto significa que, quando adicionado a uma água termal, que já de si tem propriedades calmantes, eleva exponencialmente essas características no produto. Além disso, em peles oleosas tende a equilibrar a produção de sebo. Tudo isto significa que estamos a falar de um produtos estrela para peles oleosas e sensíveis e para peles acneicas.

 

Este é um produto que pode ser confuso principalmente na utilização, não no processo, que é basicamente tirar a tampa e pulverizar o rosto, mas na altura em que deve ser usado. Porque ele pode ser usado em quase todas as alturas. A LRP recomenda a sua utilização como tónico para peles oleosas, ou seja, deverá ser pulverizado após a limpeza. No meu caso (seguindo as recomendações da Caroline Hirons), utilizo-o após o tónico esfoliante como forma de neutralizar um pouco o efeito do ácido ao fim de alguns minutos. Contudo, também pode ser utilizado ao longo do dia como spray facial ou para acalmar a pele reactiva.

 

Em termos de resultados, é um daqueles produtos que não se vê propriamente um resultado, mas se pararmos de o utilizar percebemos que ele faz falta. No meu caso o que noto é principalmente o controlo das borbulhas/irritação na pele. Como tenho dermatite seborreica, a zona do nariz tende a ficar extremamente vermelha e reactiva se a deixar andar, mas este produto ajuda imenso no controlo da DS. Em termos de controlo da oleosidade não noto tanto, mas tenho relatos de experiências de outras pessoas que notaram uma diferença muito grande nesse campo.

 

Assim, não sendo um produto obrigatório numa rotina, é certamente uma boa adição, especialmente em peles oleosas e reactivas. Dito isto, e apesar de ser um produto de uma marca que é vendida em Portugal há décadas, ele não é vendido por cá. Não percebo nem nunca perceberei a reticência da LRP em introduzir o Serozinc noutros países além de França, mesmo depois da procura deste produto ter escalado exponencialmente depois do vídeo da Hirons com as Pixiwoo (de acordo com os relatos, que foram as três que fizeram pressão para ser ele introduzido no Reino Unido). Pode ser que entretanto a marca acorde para a vida e perceba o desperdício que é não ter cá este produto.