Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

The Skin Game

Os melhores óleos e bálsamos desmaquilhantes

brittney-weng-CSquI0aw_Rg-unsplash.jpg

 

Existem produtos que, pela sua função, são feitos para aguentar o máximo de tempo possível na pele. Os exemplos mais comuns disto são os protectores solares, habitualmente formulados para serem resistentes ou muito resistentes à água, ou a maquilhagem de longa duração. A questão aqui é que, se são produtos feitos para ficar no rosto, também são produtos difíceis de remover da pele. E é aqui que, para mim, entram os óleos e os bálsamos desmaquilhantes.

Os óleos e bálsamos desmaquilhantes, embora não sendo a única solução de limpeza eficaz, são sem dúvida a minha solução favorita. Se usarmos um gel, leite de limpeza ou água micelar com surfactantes eficientes, eles vão sem dúvida remover produtos difíceis de limpar. Contudo, surfactantes muito eficientes acabam por mais facilmente deslipidar a pele ou até corromper a função barreira, pelo que raramente os aconselho como primeira linha.

 

Para que tipos de pele?

Uma dúvida frequente que surge é se peles oleosas podem ou devem usar estes óleos ou bálsamos desmaquilhantes. Claro que sim, sem problemas. A questão é que quando falamos destes produtos, não estamos a referir-nos a coisas como óleo de coco ou manteiga de karité. Os óleos e bálsamos desmaquilhantes contêm tensioactivos, que são ingredientes que reduzem a tensão superficial da água e permitem que as gorduras e a água se tornem mais facilmente miscíveis. Traduzindo: quando os juntam a água, transformam-se numa espécie de leite não oleoso que é facilmente enxaguado com mais água. Isto significa que o tipo de pele não interessa para a equação, porque o produto é completamente removido do rosto. Se o vosso óleo deixa uma película na pele, das duas uma: ou precisam de melhorar o método de remoção, ou precisam de trocar de óleo.

 

Como usar?

Em termos de utilização, eis como utilizar um óleo ou bálsamo: primeiro, retirar uma pequena porção do produto e aplicá-lo no rosto seco, massajando. Depois, um de dois processos. Ou pegam num pano turco molhado e removem o produto, ou simplesmente enxaguam com água abundante.

 

Quais os melhores óleos e bálsamos?

Antes de listar, um aviso: os links para a Care to Beauty não são links de afiliado. Contudo podem usar o código ANA5 para terem 5% de desconto na Care to Beauty se optarem por comprar lá, e esse código é de afiliado.

 

Opções até 15€:

The Body Shop Camomile Cleansing Balm

The Body Shop Camomile Silky Cleansing Oil

Sesderma Oceanskin Gel [comprar]

The Inkey List Oat Cleansing Balm

 

Opções até 35€:

Jordan Samuel Skin The Aftershow Treatment for Sensitive Skin

Erborian Black Cleansing Oil [comprar]

Sensilis Ritual Care Cleansing Balm [comprar]

Nuxe Very Rose Delicate Cleansing Oil [comprar]

Elizabeth Arden Ceramide Replenishing Oil [comprar]

 

Opções de luxo:

Clinique Take the Day Off Balm [comprar]

Guerlain Abeille Royale Cleansing Oil

Emma Hardie Moringa Cleansing Balm

Elemis Pro-Collangen Cleansing Balm

Pestle & Mortar Erase Balm Cleanser [comprar]

Eve Lom Cleanser

Review: óleo desmaquilhante da Caudalie

 

Tipo de produto: óleo desmaquilhante
Função: limpar a pele e desmaquilhar
Ingredientes principais: óleo de girassol, óleo de rícino, óleo de amêndoa doce
Quando usar: primeiro passo na limpeza de pele (em pele seca), manhã e/ou noite
Textura: óleo denso
Aroma: amêndoa amarga
Embalagem: plástico com doseador
Quantidade: 100 ml
Preço: 14,80€
Onde comprar: farmácias, Care to Beauty (não é link de afiliado, contudo podem usar o código de afiliado ANA5 para terem 5% de desconto na Care to Beauty)

 

Nos últimos anos virei-me muito para a limpeza de pele com óleos e bálsamos. Assim, quando saiu este óleo da Caudalie, sabia que tinha mesmo de o testar (e uma amiga fez-me o favor de mo emprestar durante 2 semanas para o poder avaliar... isto quem tem amigas assim tem tudo). A verdade é que estou no limbo com este produto.

 

Se olharmos para a fórmula, este são óleos que são frequentemente utilizados em limpeza de pele, é realmente uma boa fórmula no que diz respeito à teoria. O problema, para mim, prende-se com a utilização propriamente dita. Para começar, o aroma a amêndoa amarga põe-me um bocado de pé atrás, não é um aroma que eu ache simpático ou que queira mesmo muito junto ao nariz no fim de um dia de trabalho. Mas eu aguentaria bem um aroma menos simpático se o produto fosse extraordinário, o que também não considero que seja.

 

Para mim, o problema principal deste óleo é a nível do passo da emulsificação. Para quem não sabe, os óleos de limpeza usam-se da seguinte forma: aplicar em pele seca (pode estar maquilhada) e massajar, usar água morna para transformar o óleo em leite, remover o leite do rosto até a pele estar limpa. É ali naquele segundo passo que este óleo falha, já que o processo de emulsificação (e por conseguinte o de remoção do leite do rosto) é consideravelmente difícil. A única maneira de o remover mesmo é recorrendo a um pano turco (flannel ou muslin cloth em inglês) ou a um disco desmaquilhante, pois o óleo tem dificuldades em emulsificar e tem de ser ligeiramente forçado a fazê-lo. E muito sinceramente, a minha paciência tem os seus limites no que toca a tempo perdido na rotina da noite. Já vos disse que sou preguiçosa e que por vezes a paciência é muito curta ao fim do dia, não preciso mesmo que um óleo insista em ficar no meu rosto quando tudo o que eu quero é que ele saia.

 

Dito isto, o óleo limpa bem a pele e remove a maquilhagem. Testei-o com a They're Real e saiu tudo sem dramas, mas o eyeliner já deu mais problemas e acabei por ter de o remover com o desmaquilhante bifásico porque esborratou, mas não saiu completamente. E desculpem-me, tudo bem que se calhar este óleo é mais indicado para limpar a pele do que para remover a maquilhagem, mas quando o próprio nome do produto diz que ele é desmaquilhante, eu quero que ele seja mesmo desmaquilhante. Há expectativas a cumprir e têm de as assumir.