Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

The Skin Game

Blogue português escrito por uma profissional de farmácia e dedicado à dermocosmética.

Review: Clinique Take the Day Off Cleansing Balm

i-024143-take-the-day-off-cleansing-balm-1-940.jpg

 

Tipo de produto: bálsamo de limpeza

Função: remover impurezas

Ingredientes principais: óleo de açafrão

Quando usar: manhã e noite como primeiro ou segundo passo da limpeza

Textura: bálsamo sedoso

Embalagem: boião

Quantidade: 125ml

Preço: 30€

Onde comprar: Skin, perfumerias, lojas online 

 

Sim, eu sou blogger há 13 anos (7 deles como beauty blogger) e não, nunca me tinha dado para experimentar o TTDO. Este ano quando estive em Itália encontrei-o um pouco mais barato do que o costume e lá veio ele comigo, sob a premissa de eu andar fortemente a preguiçar no que dizia respeito à limpeza da pele e precisar de algo que me desse vontade de limpar a pele em condições. Gente, e se dá vontade...

 

Este bálsamo deve ser usado em pele seca, massajando-o na pele para que dissolva as impurezas que estão na pele e enxaguando depois com água (o produto transforma-se em leite em contacto com a água e é facilmente removido da pele). É adequado a todo o tipo de peles, pois não deixa resíduos, e na verdade acho que a minha pele se dá muito melhor com ele do que com qualquer outro tipo de limpeza que já usei. Um problema que tinha com outros bálsamos de limpeza era o facto de ficar facilmente com a vista turva por causa de resíduos do produto de limpeza, mas com este posso passar na zona dos olhos sem qualquer tipo de problema.

 

O único defeito que lhe encontro é o facto de ele não ser o melhor de sempre a remover maquilhagem mais resistente como uma boa máscara de pestanas. Há sempre um bocadinho de olhos de panda na manhã seguinte se eu não usar um desmaquilhante bifásico antes deste bálsamo. Muito honestamente, este bálsamo transformou a altura da limpeza de pele de algo muito chato para um momento que me dá mesmo prazer.e portanto só por isso por mim já vale bem a pena.

4 comentários

Comentar post