Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

The Skin Game

Blogue português escrito por uma profissional de farmácia e dedicado à dermocosmética.

Notas soltas: O que comprar e como preparar biberões de leite adaptado

rainier-ridao-710156-unsplash.jpg

Eu bem sei que este post está fora do que escrevo habitualmente, daí estar nas notas soltas, mas eu gostava de ter tido um post destes para ler quando cheguei a casa no primeiro dia e a minha filha tinha acabado de recusar a mama. Basicamente ela recusou a mama no terceiro dia de vida e se a consegui amamentar duas vezes depois disso foi muito. Isto significa que o Nelson teve de sair porta fora e ir comprar uma série de coisas que não estávamos à espera de precisar, e muito menos logo no primeiro dia em casa. Como não contávamos que a amamentação desse errado, não tínhamos lido nada sobre nada e estávamos desorientados em relação ao que precisávamos ou não. Portanto este post é para quem precisa de orientação com o que fazer quando é preciso dar leite adaptado (poupem-me o sermão de que o leite materno é melhor, todos sabemos que sim e não estou a promover a substituição por leite adaptado, mas sim a tentar ajudar quem precisar de o usar). O ideal é escolherem uma marca e usarem tudo dessa, porque eles garantem que os tamanhos são todos compatíveis e não tem de haver ginásticas. Por confiarmos na marca, tudo o que usamos é da Avent, mas outra marca espectacular é a Dr. Brown's.
 
Lista de compras para leite adaptado
 
- 8 biberões de tamanho grande, pois os pequenos só aguentam 120ml e deixam de ser usados muito cedo. No nosso caso optámos pelos de vidro da Avent Natura, mas se calhar se soubesse que a amamentação ia mesmo ao ar teria comprado os anti-cólicas e não estes. Por outro lado ela pegou bem nestes, que teoricamente são mais fisiológicos.
- tetinas adequadas à idade, porque geralmente os biberões vêm com tetinas 2 (que se introduzem aos 2 meses).
- 1 esterilizador. Não é obrigatório esterilizar mas optámos por fazê-lo porque na maior parte das vezes não lavamos o biberão logo a seguir a dar. No nosso caso fomos para o eléctrico da Avent porque assim só precisamos de esterilizar uma vez por dia (apesar de dizer que cabem seis biberões, cabem sete).
- água destilada, caso usem o esterilizador eléctrico, para garantir que não se acumulam depósitos na placa de aquecimento.
- escovilhão de biberões, porque é impossível lavar biberões adequadamente sem ele.
- doseador de leite, porque quando saímos não queremos ter de levar a lata de leite atrás. O da Avent permite preparar três doses e nunca precisámos de mais do que isso. Contudo, é opcional, e podem decidir levar a lata de leite convosco.
- aquecedor de biberões de viagem com termo, que usamos mesmo em casa porque os eléctricos demoram mais e não têm boa regulação. O nosso é da Avent.
- água adequada a bebés, como a Vimeiro Original ou Luso. Se comprarem água engarrafada não precisam de a ferver, mas podem usar água da torneira fervida e arrefecida (mas sinceramente não há tempo livre para isso).
- leite adaptado, de acordo com a recomendação do médico que acompanha o bebé. Nunca comprem mais de uma embalagem no início porque o bebé pode não se adaptar ao leite.
- escorredor de biberões, que pode parecer um luxo, mas tem dado imenso jeito, porque pôr oito biberões a escorrer junto com a louça é caos garantido e louça partida.
- fervedor de água para pelo menos 1L de água.
 
O processo
 
Este é o processo cá em casa e serve apenas como exemplo. Se têm outros processos, PF deixem na caixa de comentários. A ideia aqui é tentar ajudar e por isso todos os métodos são bem vindos, porque cada família vai dar-se melhor com certos procedimentos.
 
Coisas necessárias:
1. Biberões lavados, esterilizados e prontos a usar no escorredor
2. Termo cheio com água da torneira fervente para usar em banho-maria
3. Leite adaptado
4. Água para bebé
 
O procedimento:
1. Enchemos o biberão com a quantidade de água necessária para preparar a dose, deitando directamente da garrafa para o biberão, e tapamos com a tetina. 
2. Despejamos cerca de 2cm de altura de água a ferver no copo do aquecedor de biberões e colocamos lá o biberão.
3. Esperamos cerca de 2-3min que o biberão aqueça, retiramos e agitamos o biberão para homogeneizar a água lá dentro.
4. Colocamos a quantidade adequada de leite em pó (usando a patilha lateral da lata de leite para razar o doseador).
5. Agitamos bem com movimentos circulares durante pelo menos 20 segundos, de modo a dissolver todos os grumos que se possam ter formado.
6. Se notarmos que está quente, colocamos o biberão uns segundos em água fria corrente.
7. Damos à bebé, tendo o cuidado de garantir que a tetina está apenas com leite e sem ar (geralmente implica inclinar mais o biberão) e que ela tem os lábios para fora, tal como na amamentação. Pode ser preciso parar a meio para arrotar.
 
Notas:
- nós temos dois termos com água e cada um deles aguenta meio litro. Assim evitamos ter de estar sempre a aquecer água.
- como usamos sete biberões por dia, o esterilizador é usado uma vez por dia, sempre à mesma hora (basta tirar o cesto e cabem sete biberões em vez de seis).
- quando saímos de casa preparamos sempre mais uma dose do que aquilo que achamos que vamos precisar, porque assim se tivermos um atraso inesperado não há problema.
- no meu caso ponho o leite a aquecer e vou trocar a fralda, acabando a preparação depois de ter trocado. No caso do meu marido, ele prefere preparar o biberão na totalidade, trocar a fralda e depois dar.
- os biberões podem ser lavados à mão ou na máquina de lavar. No nosso caso lavamos à mão com o detergente da louça normal.

1 comentário

Comentar post