Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

The Skin Game

Blogue português escrito por uma profissional de farmácia e dedicado à dermocosmética.

Review: Filorga NCEF-Essence

filorga-ncef-essence.jpg

 

Tipo de produto: essência
Função: hidratar, luminosidade
Ingredientes principais: glicerina, NCEF
Quando usar: depois do tónico ou em vez dele
Textura: loção espessa
Embalagem: plástico com tampa de enroscar
Quantidade: 150ml
Preço: 45€
Onde comprar: farmácias, Skin

 

Ora vamos lá ao primeiro dos discos pedidos da Filorga. Para quem não sabe, depois de me aperceber da quantidade de gente que estava interessada em reviews da Filorga, a Skin disponibilizou-se para me enviar 4 produtos à minha escolha. Optei pelos que tinham mais pedidos de review, entre eles esta essência da linha NCEF (antiga NCTF). Começo por dizer que estava à espera que este fosse o mais inútil de todos eles, já que não tenho o hábito de usar essências. Ou melhor, vamos mudar isto para não TINHA o hábito de usar essências. E sim, pela última frase já percebem que, embora contrariada e a achar que este produto ia ser um desperdício do meu tempo, mudei de opinião em relação a ele.

O que é que este produto tem de bom? Várias coisas. Para começar, fiquei fã da textura, o que não estaria à espera de dizer. Quando digo que é uma loção espessa, a sensação que dá é que é mesmo daquelas que não vai ser absorvida por pele oleosa. A primeira vez que usei (e usei demasiada quantidade) fiquei com a ideia que não havia maneira nenhuma de não a ir tirar a correr a meio do dia. Só que 5 minutos depois ela tinha sido toda absorvida sem deixar rasto. Agora, aquilo que realmente me surpreendeu foram os resultados. A minha pele passou a estar visivelmente mais hidratada e, acima de tudo (e porque hidratada é relativamente fácil), mais luminosa. A luminosidade foi o que me vendeu de vez esta essência, sem sombra de dúvidas.

Agora, vêm-me dizer que 40€ por uma essência é um roubo. É um preço extremamente puxado, sem dúvida. Mas considerando que uso literalmente 4 gotas de cada vez, não acho que seja um mau preço para o tempo que isto me vai durar. E, além disso, não é mesmo um mau preço para os resultados que dá. Contudo, tirando o facto de ser um investimento, não lhe vejo defeitos e tornou-se num dos meus produtos favoritos da marca, equiparável apenas à Meso-Mask (tenho de fazer review dela eventualmente).

Por outro lado, não esperem que todas as reviews do bundle sejam com este tom entusiasmado, o facto desta ser a minha favorita tornou fácil fazer rapidamente a review e ainda ando a testar os restantes, que no geral não corresponderam tanto às expectativas.

*produto recebido através da Skin

*este post contém link de afiliado

Review: Filorga Optim-Eyes Refresh

filorgaoptimeyesrefreshstick.jpg

 

Tipo de produto: stick para contorno ocular
Função: hidratar, atenuar sinais de fadiga
Ingredientes principais: ácido hialurónico, glicerina
Quando usar: durante o dia
Textura: stick húmido
Embalagem: plástico com tampa e mecanismo de elevação
Quantidade: 12.5g
Preço: 30€
Onde comprar: farmácias, Skin

Mandei vir este produto a achar honestamente que me ia arrepender. Afinal de contas, um stick para contorno de olhos parecia-me algo que ia repuxar a pele delicada daquela zona e acabar por ser inútil, já que uso habitualmente um hidratante específico para a área. Contudo, considerando toda esta época de teletrabalho simultaneamente com cuidar da miúda acabou por ser a altura perfeita para o ter à mão - passou a ter um lugar cativo ao lado da minha mesa do escritório e é comum pegar nela uma ou duas vezes por dia, especialmente quando me sinto mais cansada.

Vamos então àquilo que é a ideia deste stick. No fundo é um cuidado de contorno ocular para ter à mão nas alturas em que não temos acesso a um hidratante de contorno de olhos. Inicialmente achei que isto seria nunca, mas a verdade é que entre alguns dias em que não usava o contorno de olhos por excesso de cansaço e a época alta das alergias oculares, acabou por ser extremamente útil. E isto era eu sem sequer sair de casa, mas vejo-me perfeitamente a tê-lo no escritório. Além disso, também pode ser usado por cima da maquilhagem (neste caso com toques e não deslizando na pele como utilizo habitualmente).

Bem, quanto a vantagens deste produto: a principal é que é super prático e faz-me utilizá-lo em alturas que nunca utilizaria um contorno ocular. Isto foi particularmente importante na época das alergias, porque o facto de esfregar os olhos acaba por deixar a pele bastante maltratada. Além disso, este stick tem um efeito fresco instantâneo, muito útil para as alturas em que preciso de qualquer coisa que me espevite os ânimos. Em termos de vantagens na pele, notei-a claramente mais hidratada e achei que diminuiu ligeiramente a olheira (provavelmente por preenchimento). Por fim, o facto de ser um stick muito húmido permite a aplicação sem arrastar a pele do contorno dos olhos, o que o torna super confortável de usar.

Se formos a falar dos pontos negativos deste produto, diria que o principal é o facto de ter fragrância - perfeitamente dispensável num produto deste tipo. O preço é relativamente elevado, mas acho que apesar disso tem uma boa relação qualidade/preço.

Não estava à espera de gostar tanto deste produto, mas a verdade é que é prático, funciona e estou a usá-lo quase diariamente.

 

* este post contém links de programa de afiliados

Envelhecimento e manchas em pele negra

pele-negra-envelhecimento-manchas.jpg

 

Debati-me muito com escrever já este post ou não. Se por um lado quero muito colmatar uma falha crassa nos posts deste blogue, por outro lado não quero dar a ideia de que estou a capitalizar o momentum. Assim sendo, ao contrário do resto dos posts no blogue, este post não tem qualquer link de afiliado. Esta foi a solução que arranjei para não parecer que estou simplesmente a usar um movimento social e civil tão relevante para ganhar uns euros extra. Aquilo que estou a fazer é reconhecer que este post já devia existir aqui há muito tempo. Desculpem a demora.

Características do envelhecimento da pele negra

No que toca ao envelhecimento, a pele negra tem algumas características próprias:

  • os melanossomas encontram-se dispersos pela pele, não agregados e contêm uma grande quantidade de melanina - isto faz com que a pele seja mais propensa a discromias (hipo ou hiperpigmentação);
  • o extracto córneo tende a ser mais denso, com mais fibroblastos activos e com muitas fibras de colagénio agregadas e paralelas entre si - há pouca propensão a perda de firmeza precoce por conseguir manter a coesão estrutural;
  • devido à elevada melanização da pele, esta tende a não sofrer muito dano induzido pela radiação UV - pouca tendência para rugas e rídulas;
  • grande tendência para formação de cicatrizes hipertróficas e quelóides;
  • pouca tendência para ptose da pálpebra (descaimento da pálpebra superior) devido a uma maior densidade do tecido, mas grande tendência para sombreamento da zona infraorbicular (tendência para parecer que tem olheiras fundas e escuras);
  • os sinais de envelhecimento também se podem manifestar como rugas nasolabiais e perda de firmeza na zona da mandíbula (tendência para rugas na lateral da boca e "papada");
  • a perda de volume deve-se muitas vezes a perda de camada muscular inferior e não necessariamente a alterações a nível da derme.

Em resumo, a pele negra tende a exibir como principal sinal precoce de envelhecimento as manchas pigmentares, e mais tarde perda de firmeza na zona da mandíbula e rugas nasolabiais, acompanhadas por vezes de escurecimento da zona da olheira. 

 

Cuidados a ter com a pele negra

Devido às suas características particulares, há alguns aspectos a ter em conta quando se escolhem produtos para pele negra:

  • apesar de não haver maior ou menor propensão a oleosidade ou secura, ambos os extremos são muito notórios na pele negra, pelo que é necessário controlar a oleosidade em pele oleosa e garantir o aporte nutricional em pele seca;
  • a pele negra tem tendência a ter poucas ceramidas e a ter uma grande perda transepidérmica de água, por isso o ideal é garantir aporte de hidratação e ceramidas;
  • o chamado "white cast" de solares é extremamente notório em pele negra, dando um aspecto acinzentado à pele, pelo que o ideal é escolher protectores sem este efeito - geralmente é conferido por protectores minerais não micronizados ou pelo Tinosorb M;
  • dada a grande tendência para discromias, o ideal é evitar a todo o custo tratamentos agressivos para a pele que possam causar inflamação, ou há grande risco de depois ter de combater hiperpigmentação pós inflamatória - alguns dermatologistas desaconselham de todo retinóides em pele negra, outros são apologistas de apenas ensinar a pessoa a usá-los bem e nunca mais de 2-3 vezes por semana se a pele tiver tendência a irritação.

anti-manchas-pele-negra-envelhecimento.JPG

 

Produtos para pele negra

Apesar de os cuidados de pele nao serem tendencialmente tão discriminatórios como a maquilhagem, pelas características mencionadas acima pode haver alguns produtos que funcionem melhor do que outros.

Hiperpigmentações:

  • Paula's Choice 10% Azelaic Acid Booster
  • SkinCeuticals Correct Discoloration Defense
  • Eucerin Anti-Pigment Dual Serum
  • Sesderma Azelac RU Liposomal Depigmenting Serum
  • Martiderm Pigment Zero DSP-Brightening Serum
  • The Ordinary Ascorbyl Glucoside Solution 12%

Anti-envelhecimento:

  • SkinCeuticals C E Ferulic
  • La Roche-Posay Pure Vitamin C10 Serum
  • Neutrogena Cellular Boost De-Wrinkle Concentrate
  • Paula’s Choice 1% Retinol Booster
  • The Ordinary Granactive Retinoid 2% in Squalane

Solares:

  • Heliocare 360 D Plus Capsules
  • SVR Sun Secure Blur Optical Mousse Cream SPF50
  • SkinCeuticals Protect Sheer Mineral UV Defense SPF50
  • Paula's Choice CLEAR Ultra-Light Daily Fluid SPF 30+
  • Glossier Invisible Shield SPF 35
  • Eucerin Sun Oil Control Gel-Cream

Review: Pestle & Mortar NMF Lactic Acid Toner

pestlemortar nmf toner.jpg

 

Tipo de produto: tónico
Função: esfoliante
Ingredientes principais: ácido láctico, niacinamida, extracto de chá preto, extracto de emblica 
Quando usar: manhã e noite, depois da limpeza
Textura: líquido
Aroma: neutro
Embalagem: plástico com pump para disco
Quantidade: 200ml
Preço: 32€
Onde comprar: site da marca, Care to Beauty

 

A quantidade de pessoas que me pediu review deste produto faz com que seja o candidato perfeito a ser o produto de retorno ao blogue. A Pestle & Mortar no último ano tornou-se uma das minhas marcas favoritas, e este produto não é excepção.

Vamos começar por falar do conceito do produto. Apesar do ácido glicólico ser o ingrediente por excelência no que toda a esfoliação química, o ácido láctico tem as suas vantagens. O ácido glicólico, por ser a molécula mais pequena dentro dos alfa hidroxiácidos, é o que consegue penetrar mais rapidamente na pele e ter efeitos em maior profundidade. Contudo, para peles sensíveis e/ou secas, o ácido láctico pode muitas vezes ser uma melhor opção. Não só tem um efeito mais suave e gradual, mas também é humectante. Estamos a falar de uma colega minha que tem a pele muito branca, sensível e seca conseguir usar este tónico apenas com um ligeiro efeito de descamação nos primeiros dias.

Portanto, vamos ao produto propriamente dito. O tónico é translúcido e sem grande cheiro (uma pessoa usa o P50W e sai de lá traumatizada com o cheiro a vinagre) e vem numa embalagem com dispensador para discos de algodão. Embora saiba que a maioria das pessoas adora estes dispensadores, não sou fã. Não só não permitem que se salte o uso do disco de algodão (já comprei uns laváveis para evitar desperdício), como pelo menos comigo há sempre uma ou outra vez que salta um esguicho para fora do disco.

E pronto, agora que já mencionei o defeito do produto, posso falar das coisas boas à vontade. Não só a textura da minha pele melhorou imenso, como os pontos negros no nariz diminuíram significativamente. Lembrem-se que comecei a usar isto depois de 2 meses em que tive a minha filha uma semana internada e depois com mãos pés boca, portanto a minha pele estava a verdadeira tragédia.

Acho o preço perfeitamente razoável para a quantidade e qualidade do produto (não estou a dizer que é barato, só que tem boa relação qualidade/preço) e o fato de além de ácido láctico ter niacinamida e vitamina C dá-lhe um ligeiro efeito anti-envelhecimento e anti-manchas.

Para perceberem quão suave o produto é, consigo combiná-lo sem problemas com um creme de retinol de baixa concentração. Além disso, para mim a minha colega poder usá-lo foi a verdadeira prova de fogo, porque a pele dela é mesmo, mesmo complicada em termos de reactividade. Notem que isto não garante que não vão reagir mal ao produto, mas dá-me esperança que algumas pessoas que habitualmente não usam tónicos esfoliantes possam usar este.