Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

The Skin Game

Mini-review: Bioderma Atoderm Óleo de Duche e Atoderm Creme de Duche

Bioderma Atoderm Óleo de Duche

 

huile_douche_1l.png

Tipo de produto: óleo de duche
Função: hidratante, lavante
Ingredientes principais: glicerina, niacinamida, Skin Barrier Technology 
Quando usar: no banho em vez do gel de duche
Textura: óleo
Aroma: levemente floral
Embalagem: embalagem com doseador
Quantidade: 200 ml / 1L
Preço: 8€ / 18 €
Onde comprar: farmácias, Care to Beauty (não é link de afiliado, contudo podem usar o código de afiliado ANA5 para terem 5% de desconto na Care to Beauty)

 

A minha relação com os óleos de duche começou por pura preguiça: queria algo para o banho que não me desidratasse a pele de modo a que pudesse levá-lo para o ginásio e não necessitar de aplicar creme hidratante depois (visto-me sempre à pressa e saltar esse passo e não ter a pele a colar à roupa era um bónus). Comecei com outra marca que acabou por me deixar semi-desiludida e, por conselho de uma amiga, acabei por comprar este. Foi a melhor coisa que fiz e agora não o troco por nada (tenho o de 200 ml no saco do ginásio e o de 1L em casa para encher o mais pequeno).

 

Ao contrário do que possam pensar, a pele não fica com uma camada de gordura, este é um óleo de duche que se comporta exactamente como um gel de duche em contacto com a pele - lava e faz alguma espuma. A questão aqui é que em vez de deixar a pele seca, ela fica muito aveludada. É um passo essencial para quem tem pele seca e um produto muito prático para quem tem pele normal mas quer saltar a parte do hidratante ocasionalmente. Atenção que ele não substitui um creme hidratante e as peles secas vão continuar a ter necessidade de colocar um, mas ajuda imenso ao conforto. O aroma é muito ligeiro e ligeiramente floral, mas não incomodará quem não gosta de aromas florais. A relação qualidade/preço e quantidade/preço são bastante boas e sem dúvida que volto a comprá-lo.

 

Bioderma Atoderm Creme de Duche

 

creme_douche_1l.png

 

Tipo de produto: creme de duche
Função: hidratante, lavante
Ingredientes principais: óleo de jojoba, glicerina, sulfato de zinco, Skin Protect Complex 
Quando usar: no banho em vez do gel de duche
Textura: creme fluido
Aroma: neutro
Embalagem: Tubo / embalagem com doseador
Quantidade: 200 ml / 1 L
Preço: 8€ / 20€
Onde comprar: farmácias, Care to Beauty (não é link de afiliado, contudo podem usar o código de afiliado ANA5 para terem 5% de desconto na Care to Beauty)

 

Numa fase em que está tanto frio que só apetece correr para dentro da roupa e não perder muito tempo com hidratantes, este creme de duche dá sempre uma ajuda extra. Tal como o produto anterior, é da linha de pele seca da Bioderma, mas desta vez em versão creme de duche. É sem dúvida um passo essencial para quem tem pele seca e ajuda imenso quem quer escapar-se ao hidratante ocasionalmente.

 

Contudo, acho a textura demasiado espessa para o meu gosto e, dado que a embalagem de 200 ml não tem doseador, acaba por ser mais chato retirá-lo da embalagem. O aroma é bastante neutro e, para quem ficar incomodado com o aroma do óleo (presumo que sejam poucos, mas deverão existir) tem sempre esta alternativa. Contudo, dado que o preço é mais elevado e consigo ver mais vantagens no óleo do que no creme, aconselharei sempre o óleo em primeiro lugar e só depois este creme.

Recém nascido - produtos a comprar

Sempre que estava na farmácia e alguém me dizia "preciso que me ajude a comprar tudo para o bebé", eu tinha uma lista mental mais ou menos preparada. Vão perceber que sou extremamente parcial no que diz respeito a marcas para bebés, pois as duas que mais aconselho são sem dúvida nenhuma a Bioderma e a Isdin, sendo que aconselho a primeira principalmente para rotina e a segunda para situações de SOS. Sei que há fãs acérrimos da Uriage e talvez seja apenas uma questão de nunca ter tido formação específica da marca, mas embora não tenha nada contra ela, não tenho tendência a aconselhá-la. Queria só referir que vêm aí mais posts sobre situações de SOS, mas que este post é dedicado a quem ainda não tem o seu bebé consigo e quer começar a preparar as coisas para o receber.

 

bebe maternidade produtos recem nascido.PNG

Mala - sempre que é necessário recomendar uma mala de maternidade, corro imediatamente para esta. Não só porque a própria mala é gira, grande, prática e neutra (obrigada Bioderma por não fazerem tudo azul e cor de rosa), mas também porque tem logo uma selecção de cinco produtos essenciais: água de limpeza, gel de banho, creme hidratante, creme da muda da fralda e cold cream para o rosto. Tudo isto por cerca de 35€ e com tamanhos normais em vez de tamanhos de viagem. Sei que há imensos produtos com tamanhos XL que são extremamente práticos porque têm uma óptima relação qualidade/preço e vêm com doseador, mas a verdade é que não acho que valha a pena investir nesses tamanhos grandes antes de perceber se o bebé vai dar-se bem com eles. Depois de avaliar a situação claro que os tamanhos XL recomendam-se bastante, mas antes disso opto sempre pelos tamanhos normais. [comprar]

Toalhitas - digo já à partida que não sou fã de toalhitas, mas percebo a comodidade. Como não tenho filhos, tenho a perfeita noção de que dizer que um linimento ou uma água de limpeza aliada a compressas tecido não tecido são muito melhores é muito fácil, mas que na realidade por vezes o melhor é aquilo que mantém a nossa sanidade mental. Portanto deixo-vos aqui uma alternativa às habituais toalhitas, as WaterWipes, que são constituídas principalmente por água (99%). [comprar]

Alternativa ao hidratante - a Bioderma é a única a ter um creme que, não sendo para peles atópicas, tem como objectivo minimizar a ocorrência de atopia no bebé. Recomendo o Atoderm Preventive a todos os pais que têm um filho que já apresentou atopia ou que tem historial pessoal de atopia, rinite alérgica ou asma, já que os bebés cujos pais apresentam estas patologias têm uma probabilidade aumentada de desenvolver atopia.

Protector solar - Bioderma ABCDerm Solaire tem filtros 100% minerais, é o recomendado para crianças até aos 2 anos de idade. A grande vantagem deste produto em específico é que os filtros minerais estão micronizados, o que significa que não é difícil de espalhar e não mancha a roupa - coisa que geralmente é o pesadelo de qualquer pai.

Creme de muda para assaduras - apesar de ser ideal utilizar o creme normal na muda da fralda, já se sabe que vai haver sempre algumas ocasiões em que o bebé vai ter assaduras, por isso convém comprar um creme adequado a essas alturas. Tal como referi em cima, para as situações de SOS sou muito fã da Isdin, e o Zn40 é um clássico dos cuidados para bebé. Atenção, assim que o rabinho do bebé recuperar deve-se regressar sempre ao creme normal da muda (por exemplo o que está incluído na mala), reservando estes para as situações de SOS.

Creme para os mamilos - eu sei que isto não é para bebé, mas não me lembro de alguma vez ter ajudado uma futura mãe a fazer o cesto de produtos sem ter incluído este, a menos que não houvesse intenção de amamentar. Como geralmente os pais optam por comprar os produtos de higiene bastante perto do parto, é normal as mães aproveitarem para comprar o creme para os mamilos. A verdade é que o ideal é começar a colocá-lo por volta dos 7-8 meses, para ajudar a reforçar a pele naquela zona. O Purelan da Medela, por ser 100% lanolina, não tem de ser removido aquando da mamada, ajudando assim a proteger a pele. Caso necessitem de analgesia, existem cremes com essa função, mas que têm de ser retirados antes da mamada. [comprar]

Champô - este ficou para último porque é completamente opcional, já que o gel de manho é adequado à higiene do corpo e cabelo. Contudo, caso queiram um champô, recomendo-vos este, da nova linha BabySes da Sesderma, que não só tem um cheirinho óptimo, como também tem um preço muito agradável para a carteira.

Notas soltas - Janeiro 2017

Ainda estou viva. Bom Natal, Feliz Ano Novo e tudo e tudo. Era suposto eu ter vindo cá mais cedo, há pelo menos um mês, mas a vida parece que não deixa. Não sei para onde foi o mês de Dezembro porque perdi-me no meio de tanta coisa que tive de fazer e tanto sítio onde tive de estar. Digam-me pf que também não sabem para onde foi o vosso mês de Dezembro, não me quero sentir desacompanhada.

 

Bem, actualizações relevantes: já há algum tempo que andava a pensar nisto e parece-me que vou ter de avançar com mini reviews de produtos. Eu tenho TANTA coisa para vos mostrar e não consigo dedicar o tempo necessário a uma review completa. A questão é se faço na mesma um post por cada mini review ou se as agrupo (2-3 de cada vez, não mais). Digam-me de vossa justiça, agrupo-os ou faço na mesma um post por cada mas em versão curta? Sinto que não vos estou a mostrar tanta coisa gira que tem aparecido por cá e ao mesmo tempo não consigo sentar o rabo na cadeira e perder meia hora a escrever só sobre um produto porque sento-me à frente do PC e começo a pensar "escolho qual? Mas aquele outro também é tão fixe. Mas não tenho tempo para tudo. Não tenho tempo para nada. AAAHHHH" e saio da frente do PC sem escrever nada. Já para não falar em fotos. Não vamos falar de fotos senão deprimo.

 

Então Ana, e por que raio estás com tão pouco tempo livre? Bem, para começar tenho um trabalho novo desde o início de Dezembro que me obriga a deslocações de 40 minutos para cada lado. A parte extremamente positiva disto é que desde Dezembro já terminei 3 audiolivros e já estou a ouvir o 4º. An Astronaut's Guide to Life on Earth, How I Killed Pluto and Why it Had it Coming, The Princess Diarist e agora Born a Crime (que eu sei que há por aí malta que gosta de saber o que leio - ou ouço - e recomendo-os todos com muita vontade). Já vos estou a ouvir a perguntar "ai mas por que raio mudaste de trabalho se tinhas o trabalho perfeito?" - a sério, recebi mesmo muitos e-mails de colegas a perguntarem-me como tinha conseguido o trabalho na empresa anterior, porque era exactamente aquilo que queriam fazer. Bem, porque descobri um trabalho melhor, porque me apresentaram uma boa proposta e porque tenho 28 anos e se há altura para andar a procurar coisas novas é agora e não daqui a 20 anos.

 

A outra questão é que parece que toda a gente quer marcar coisas desde dezembro. Não me estou a queixar, estou só a rezingar um bocadinho, porque é bom ter pessoas que querem estar connosco. Mas entre família de ambos, amigos, compras de Natal, Natal, Comic Con e Ano Novo, o tempo foi todo preenchido por coisas fora de casa ou dentro dela juntamente com mais 10 pessoas. E não, o casamento não é minimamente culpado, acho que a primeira coisa que vamos fazer desde Outubro é ir à Exponoivos este fim de semana (vantagens de marcar com tanto tempo de antecedência). Aliás, a única razão pela qual estou a escrever este post agora é porque estou a ignorar o caos absoluto que está esta casa, a ignorar a pilha de louça suja e porque não fui ao ginásio por não ter tido tempo de fazer a depilação (TMI, desculpem, mas é este o estado em que as coisas estão).

 

Portanto, resumindo (e se chegaram até aqui, gosto muito de vocês): digam-me de vossa justiça quanto às reviews, porque tenho mesmo muita coisa gira para vos mostrar. E vou tentar organizar isto melhor assim que parar de entrar em pânico por não conseguir escrever reviews. Ah, e a minha mãe ofereceu-nos uma Bimby, isso deve ajudar a poupar algum tempo (ainda estamos na fase em que a Bimby diz que o próximo passo demora 12 minutos e nós ficamos a contemplar aquilo deslumbrados em vez de aproveitar o tempo para fazer outras coisas).