Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

The Skin Game

Dermatite seborreica no rosto - sintomas e tratamento

seborrhea-large.jpg

 

Há umas quantas patologias que aparentemente deixam as pessoas sem vontade de falar. A dermatite seborreica é uma delas, sendo que haver alguém que assume sem problemas que tem descamação oleosa no couro cabeludo já é suficientemente raro, mas haver alguém que assuma que tem o problema no rosto é pior ainda. Contudo, existem algumas razões para se falar tão pouco desta patologia razões para isto acontecer:

  1. A maior parte das pessoas que tem dermatite seborreica não sabe sequer que ela existe e não associam os sintomas a alguma patologia. Normalmente é descrita como "pele seca na zona do nariz, sobrancelhas e linha do cabelo, no resto tenho pele oleosa".
  2. A maior parte das pessoas que associam os sintomas a alguma patologia, associam-na à patologia errada, nomeadamente à rosácea (por causa da vermelhidão) ou à psoríase (por causa da descamação).

 

Portanto isto é assim uma espécie de bola de neve gigante de desinformação que se vai propagando de forma exponencial e que se resolvia facilmente se as pessoas simplesmente se mantivessem informadas. Contra mim falo, que até uma amiga me pôr juízo na cabeça e me informar que eu tinha dermatite seborreica, eu estava plenamente convencida de que tinha rosácea (porque eu naquele inverno parecia uma bêbeda, já que andava de nariz constantemente vermelho, e não sabia que esta patologia existia).

 

O que é a dermatite seborreica?

A dermatite seborreica é uma patologia crónica da pele que parece advir da hiperprodução de sebo pelas glândulas sebáceas associada a irritação pela presença de Pytosporum ovale (um fungo cujo metabolismo produz substâncias irritantes para a pele). Também parece estar associada a outros factores como mudanças de tempo (tende a piorar com o tempo frio), doenças autoimunes, stress, peso excessivo e história familiar.

Geralmente ocorre na zona do couro cabeludo, mas também pode ocorrer em zonas como o nariz, sulcos nasolabiais, sobrancelhas, linha do cabelo e pode mesmo estender-se à zona interescapular e pré-esternal. No lactente dá-se o nome de crosta láctea e é bastante comum, mas no adulto tende a atingir apenas 5% da população.

 

Sintomas

  • vermelhidão difusa e sem associação de telangiectasias (não se vêem os vasos capilares, como acontece na rosácea)
  • descamação
  • formação de crostas oleosas que podem originar feridas
  • prurido (comichão)

 

Tratamento e controlo das crises

O tratamento prescrito por um dermatologista recorre muitas vezes a corticóides de baixa potência, antifúngicos e imunomoduladores. Dada a natureza desses tratamentos, não a irei abordar neste post, porque deve ser sempre acompanhado e esclarecido pelos médicos e profissionais de farmácia que acompanham o caso.

 

Em relação a tratamentos não sujeitos a receita médica, eis alguns que são habitualmente usados:

  • coaltar (derivado do alcatrão, com aroma e cor características que podem não ser bem tolerados, mas é extremamente eficaz)
  • ácido salicílico
  • zinco
  • piroctona olamina
  • óleo de melaleuca

 

Sugestões de produtos

Na dermatite seborreica o papel em destaque geralmente está nos hidratantes, mas os complementos são igualmente importantes. Portanto aqui ficam algumas recomendações de diversos tipos de produtos que podem complementar a vossa rotina. Apenas como nota, e porque é uma questão frequente, a aplicação destes produtos deve ser feita apenas na zona afectada e zona circundante. A grande maioria destes cremes é bastante espesso e, portanto, desconfortável na pele oleosa se for aplicado em todo o rosto. Por outro lado, a aplicação destes cremes deve ser feita de forma contínua e diária, mesmo que não haja manifestação.

Antes de listar, um aviso: os links para a Care to Beauty não são links de afiliado. Contudo podem usar o código ANA5 para terem 5% de desconto na Care to Beauty se optarem por comprar lá, e esse código é de afiliado.

  • Noreva Sebodiane DS Micro-Émulsion [comprar] - recomendação principal para quem não quer sentir o produto no rosto
  • Noreva Sebodiane DS Serum (para crises) [comprar] - para crises
  • Ducray Kelual DS [comprar] - recomendação principal para quem gosta de sentir que aplicou o produto no rosto
  • La Roche-Posay Kerium DS Creme [comprar] - alternativa caso os anteriores não funcionem
  • Bioderma Sensibio DS+ Gel de Limpeza [comprar] - para quem gosta de lavar o rosto com gel
  • Sesderma Sensyses Ovalis [comprar] - para quem gosta de usar uma solução de limpeza
  • La Roche-Posay Serozinc [comprar] - spray complementar

 

Post actualizado a 28-12-2020

Review: óleo desmaquilhante da Caudalie

 

Tipo de produto: óleo desmaquilhante
Função: limpar a pele e desmaquilhar
Ingredientes principais: óleo de girassol, óleo de rícino, óleo de amêndoa doce
Quando usar: primeiro passo na limpeza de pele (em pele seca), manhã e/ou noite
Textura: óleo denso
Aroma: amêndoa amarga
Embalagem: plástico com doseador
Quantidade: 100 ml
Preço: 14,80€
Onde comprar: farmácias, Care to Beauty (não é link de afiliado, contudo podem usar o código de afiliado ANA5 para terem 5% de desconto na Care to Beauty)

 

Nos últimos anos virei-me muito para a limpeza de pele com óleos e bálsamos. Assim, quando saiu este óleo da Caudalie, sabia que tinha mesmo de o testar (e uma amiga fez-me o favor de mo emprestar durante 2 semanas para o poder avaliar... isto quem tem amigas assim tem tudo). A verdade é que estou no limbo com este produto.

 

Se olharmos para a fórmula, este são óleos que são frequentemente utilizados em limpeza de pele, é realmente uma boa fórmula no que diz respeito à teoria. O problema, para mim, prende-se com a utilização propriamente dita. Para começar, o aroma a amêndoa amarga põe-me um bocado de pé atrás, não é um aroma que eu ache simpático ou que queira mesmo muito junto ao nariz no fim de um dia de trabalho. Mas eu aguentaria bem um aroma menos simpático se o produto fosse extraordinário, o que também não considero que seja.

 

Para mim, o problema principal deste óleo é a nível do passo da emulsificação. Para quem não sabe, os óleos de limpeza usam-se da seguinte forma: aplicar em pele seca (pode estar maquilhada) e massajar, usar água morna para transformar o óleo em leite, remover o leite do rosto até a pele estar limpa. É ali naquele segundo passo que este óleo falha, já que o processo de emulsificação (e por conseguinte o de remoção do leite do rosto) é consideravelmente difícil. A única maneira de o remover mesmo é recorrendo a um pano turco (flannel ou muslin cloth em inglês) ou a um disco desmaquilhante, pois o óleo tem dificuldades em emulsificar e tem de ser ligeiramente forçado a fazê-lo. E muito sinceramente, a minha paciência tem os seus limites no que toca a tempo perdido na rotina da noite. Já vos disse que sou preguiçosa e que por vezes a paciência é muito curta ao fim do dia, não preciso mesmo que um óleo insista em ficar no meu rosto quando tudo o que eu quero é que ele saia.

 

Dito isto, o óleo limpa bem a pele e remove a maquilhagem. Testei-o com a They're Real e saiu tudo sem dramas, mas o eyeliner já deu mais problemas e acabei por ter de o remover com o desmaquilhante bifásico porque esborratou, mas não saiu completamente. E desculpem-me, tudo bem que se calhar este óleo é mais indicado para limpar a pele do que para remover a maquilhagem, mas quando o próprio nome do produto diz que ele é desmaquilhante, eu quero que ele seja mesmo desmaquilhante. Há expectativas a cumprir e têm de as assumir.

Óleos para o rosto - peles secas, mistas e oleosas

Há já algum tempo que eu sabia que faltava na minha rotina um dos produtos que é actualmente considerado imprescindível (embora isto seja uma das situações de "vale o que vale", uma vez que estamos fartos de saber que essa coisa dos imprescindíveis varia mais com o marketing do que propriamente com a real necessidade). Por outro lado, andava há anos a adiar a compra de um óleo adequado ao meu tipo de pele, porque as peles mistas são sempre uma carga de trabalhos no que diz respeito a encontrar algo que funcione em pelo menos 50% da pele.

 

Algures durante este verão comecei a reunir óleos de rosto para escrever este post, mas depois fiquei a pensar com que cara é que eu vos dizia que ter óleos era muito importante numa rotina se eu própria não os usava. Portanto decidi colocar este post em espera, comprar o meu primeiro óleo e dar-lhe uma valente utilização antes de vos dizer que tinham mesmo de comprar um óleo para o rosto. Como podem ver pelo post de ontem, fui imediatamente convertida e posso agora dizer-vos de consciência tranquila que realmente acho que um bom óleo adequado à vossa pele faz uma grande diferença.

 

Portanto agora resolvi voltar à carga com o tal post e trazer-vos algumas alternativas para perceberem que não só de Sunday Riley é feito este mundo de óleos (embora eles continuem claramente a ser dos melhores - se não os melhores). Contudo, aviso-vos já que um óleo é um investimento. Os preços são meramente indicativos e não significa que não encontrem mais caro ou mais barato noutros locais, mas foi o preço que encontrei no momento em que escrevo o post e dá-vos uma linha orientadora em relação aos produtos.

 

oleos_rosto_facial_cara.PNG

Artemis da Sunday Riley (73€) - pele oleosa a mista 

Fabulous Face Oil da Aésop (55€) - pele sensível

Rosehip Bioregenerate Oil da PAI Skincare (28€) - pele sensível, seca a mista

Luna da Sunday Riley (103€) - todos os tipos de pele (incluindo com tendência acneica)

Oils of Life Facial Oil da The Body Shop (33€) - todos os tipos de pele

Polyphenol C15 Huille de Nuit Detox da Caudalie (30€) - todos os tipos de pele

Huile d'Avocat da Melvita (10€) - pele seca

Midnight Recovery Concentrate da Kiehl's (30€) - pele seca

Nectar aux 8 Fleurs da Darphin (87€) - todos os tipos de pele

Huile d'Argan da Melvita (15€) - pele seca

Premium Élixir Huile Sumptueuse da Lierac (115€) - pele seca

Beautifying Face Oil da Tata Harper (80€) - normal a seca

 

oleos_rosto_facial_cara_2.PNG

Overnight Serum-in-Oil da The Body Shop (22€) - pele seca

Blue Orchid Face Treatment Oil da Clarins (38€) - pele desidratada

Plantscription Youth Renewing Face Oil da Origins (53€) - pele mista

Cell Repair Night Oil da Aurelia (60€) - pele sensível

Facial Oil da Manuka Doctor (25€) - todos os tipos de pele

Neovadiol Magistral Elixir da Vichy (35€) - pele seca

Aromessence Ylang Ylang Sérum purifiant da Decléor (50€) - pele oleosa

Superskin Concentrate for Night da Liz Earle (55€) - todos os tipos de pele

Age Perfect Glow Renewal da L'Oréal (19€) - pele seca

Radiance Face Oil da Balance Me (40€) - pele desidratada