Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

The Skin Game

Blogue português escrito por uma profissional de farmácia e dedicado à dermocosmética.

O Natal por aqui

A minha família e os meus amigos queixam-se constantemente de que é difícil comprar presentes para mim. Eu não compreendo, tenho uma wishlist infinita de coisas e quem me dera conseguir ter muita coisa que não tenho. Como a minha própria biblioteca à Bela e o Monstro.

 

Dito isto, este ano a família (e namorado) acertaram mesmo muito nos presentes.

 

1.PNG

 

Presentes oferecidos pela mamã. E sim, aquilo é uma paleta da Hourglass da colecção Ambient Lighting e é linda e maravilhosa, ainda mais ao vivo do que nas fotos *corre pela casa dando gritinhos histéricos*. Já testei tudo excepto a Beauty Blender. A base Teint Miracle da Lancôme é tal e qual o nome diz: um autêntico milagre. O Corrector Pro Longwear parece-me estar a ganhar aos pontos ao da Clarins, mas ainda tenho de testar um pouco mais, porque a verdade é que o da Clarins tem efeito iluminador que este não me parece ter.

 

2.PNG

3.PNG

 

O namorado ofereceu-me a segunda Cult Beauty Box da Caroline Hirons, dedicada a pele desidratada. É, é o melhor do mundo e é só meu, cheguem-se para lá. Ouviu-me suspirar tanto por ela em Setembro que ma comprou e embrulhou logo nesse mês. Como só hoje consegui fotografar estes, ainda não testei nada, mas estou particularmente curiosa com o creme de olhos da Skin Owl, o booster da Odacité e com o Pixi Glow Tonic.

 

4.PNG

 

Prenda das irmãs do meu namorado. Adoro este aroma da Nuxe, o Prodigieux, e tenho o gel de banho em tamanho grande, por isso agora vou poder conjugar ambos e ser feliz e cheirosa por aí.

5.PNG

 

Prenda dos pais do Nelson. As Queen são o meu modelo preferido da Melissa e estas Flower Queen + Alexandre Herchcovitch andavam debaixo de olho desde Agosto. Ainda não encontrei sabrinas mais confortáveis do que estas e não têm o problema que costumo encontrar noutras fora da marca, que me queimam o pé com facilidade.

6.PNG

Ainda prendas do namorado, que sabe que eu adoro livros (até porque quando me mudei cá para casa a primeira coisa que trouxe foram os meus livros, porque #prioridades). Tenho andado numa onda de descobrir BD, sejam coleccionáveis ou novelas gráficas, por isso quando ele descobriu que uma das minhas séries preferidas tinha um livro, foi a correr comprá-lo. E assim apareceu o de Orphan Black cá em casa, para se juntar ao meu POP Vinyl da Cosima que já tinha.

O Humans of New York é, sem dúvida, a minha parte preferida da internet. Contribuímos já cá em casa para algumas causas promovidas pelo Brandon, como a dos refugiados ou do "The Scientist" (ainda está a decorrer e podem ainda contribuir aqui) e por isso acho que se posso contribuir com algum dinheiro para o Brandon, então tenho de o fazer. Tenho todos os livros do Humans of New York e este é sem dúvida o meu preferido.