Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

The Skin Game

Blogue português escrito por uma profissional de farmácia e dedicado à dermocosmética.

Rotina #2

IMG_4553.JPG

 

O meu conceito de rotina é uma coisa que facilmente varia em função das necessidades da minha pele. Porque posso, como é óbvio, tenho infinitos produtos aqui por casa (e na cave) que posso ir rodando consoante necessito. Mas a verdade é que acho piada a este conceito de ir variando os produtos consoante as necessidades da minha pele.

 

Esta é a mais recente rotina de pele:

Manhã: limpar o rosto com o bálsamo de camomila da TBS (só agora é que me converti a ele, perdoa-me TBS, mas andava envolvida com o óleo de camomila e não conseguia ver mais nada), aplicar o sérum C-Vit da Sesderma, o Balance da Youth Lab e o protector solar SPF50 com cor da Youth Lab também (cruzei-me originalmente com a Youth Lab por causa do blogue e agora faz parte da minha vida por causa da minha profissão)

Noite: desmaquilhar e limpar o rosto com o bálsamo de camomila, tónico esfoliante da Clarins, aplicar o Serozinc da La Roche-Posay, Hydraluron da Indeed Labs e por fim o óleo de rosa mosqueta da PAI Skincare. Há dias em que estou tão cansada que é só limpar a pele e aplicar o óleo, mas são os dois passos mais importantes e a minha pele não se ressente.

 

Resultados? Encurtei a duração da rotina e a minha testa está melhor do que nunca. A oleosidade anda controlada o dia todo com o Balance e as imensas micro borbulhas que tinha desapareceram graças ao óleo da PAI. 

 

Foi preciso muito para me converter à utilização de óleos, mas depois de muito pesquisar e por saber que não consigo investir no Luna da Sunday Riley (se eu nadasse em dinheiro era o que comprava) acabei por optar por este da PAI e estou francamente satisfeita com ele. Também ajuda, obviamente, ter adoptado o Balance para controlar a oleosidade e manter a esfoliação com o tónico da Clarins. Acho que é a primeira vez que a minha testa está feliz com as minhas opções. Se as testas tivessem emoções, pronto. Mas eu estou feliz, e é isso que interessa.

8 comentários

Comentar post