Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

The Skin Game

Blogue português escrito por uma profissional de farmácia e dedicado à dermocosmética.

Rotina #2

IMG_4553.JPG

 

O meu conceito de rotina é uma coisa que facilmente varia em função das necessidades da minha pele. Porque posso, como é óbvio, tenho infinitos produtos aqui por casa (e na cave) que posso ir rodando consoante necessito. Mas a verdade é que acho piada a este conceito de ir variando os produtos consoante as necessidades da minha pele.

 

Esta é a mais recente rotina de pele:

Manhã: limpar o rosto com o bálsamo de camomila da TBS (só agora é que me converti a ele, perdoa-me TBS, mas andava envolvida com o óleo de camomila e não conseguia ver mais nada), aplicar o sérum C-Vit da Sesderma, o Balance da Youth Lab e o protector solar SPF50 com cor da Youth Lab também (cruzei-me originalmente com a Youth Lab por causa do blogue e agora faz parte da minha vida por causa da minha profissão)

Noite: desmaquilhar e limpar o rosto com o bálsamo de camomila, tónico esfoliante da Clarins, aplicar o Serozinc da La Roche-Posay, Hydraluron da Indeed Labs e por fim o óleo de rosa mosqueta da PAI Skincare. Há dias em que estou tão cansada que é só limpar a pele e aplicar o óleo, mas são os dois passos mais importantes e a minha pele não se ressente.

 

Resultados? Encurtei a duração da rotina e a minha testa está melhor do que nunca. A oleosidade anda controlada o dia todo com o Balance e as imensas micro borbulhas que tinha desapareceram graças ao óleo da PAI. 

 

Foi preciso muito para me converter à utilização de óleos, mas depois de muito pesquisar e por saber que não consigo investir no Luna da Sunday Riley (se eu nadasse em dinheiro era o que comprava) acabei por optar por este da PAI e estou francamente satisfeita com ele. Também ajuda, obviamente, ter adoptado o Balance para controlar a oleosidade e manter a esfoliação com o tónico da Clarins. Acho que é a primeira vez que a minha testa está feliz com as minhas opções. Se as testas tivessem emoções, pronto. Mas eu estou feliz, e é isso que interessa.

Oils of Life da The Body Shop

IMG_1818.JPG

 

Eu já devia ter escrito este post há uma semana atrás, mas a saga de arranjar emprego consumiu-me mais tempo do que eu esperava (por outro lado teve bons resultados, espero poder falar deles em breve). Ainda assim, não podia deixar de vir cá falar-vos da nova linha de rosto da The Body Shop. O meu primeiro contacto com ela foi em início de Julho na apresentação à imprensa das novas linhas da marca e, como podem imaginar, esta foi a que me deixou mais curiosa. Não confirmo nem desminto rumores de que fiquei a monopolizar as embalagens desta linha durante a apresentação a outras pessoas porque queria espreitar com atenção a lista de ingredientes. Nem rumores de que a Joana, a RP da marca, avisou toda a gente que tinham de me explicar as coisas direitinho porque se houvesse algo errado eu ia dizer. (aparentemente o meu mau feitio é reconhecido)

 

Dito isto, o que é que eu tenho a dizer sobre a linha? É maravilhosa. É isto que eu tenho a dizer. Obrigada TBS e parabéns por terem chegado à vossa melhor linha até agora, é um orgulho andar a trabalhar convosco há quase 5 anos e assistir de perto à evolução da marca.

 

IMG_1817.JPG

 

Para quem ainda não pôde espreitar a nova linha, aqui fica um bocadinho sobre ela de acordo com o press release:

O poder está nas sementes dos óleos. Todos os produtos desta poderosa linha contêm uma combinação de três excepcionais óleos de sementes, famosos pelas suas capacidades supremas de reparar e revitalizar a pele. O poder está nas sementes dos óleos. Porque acreditamos que deseja que a sua pele esteja bonita e revitalizada, há apenas um caminho: o poderoso e precioso poder dos óleos de sementes. Todos os produtos desta poderosa linha contêm uma combinação de três excepcionais óleos de sementes, famosos pelas suas capacidades supremas de reparar e revitalizar a pele.

ÓLEO DE SEMENTES DE COMINHO PRETO - Conhecido pela sua concentração de antioxidantes
ÓLEO DE SEMENTES DE CAMÉLIA - Naturalmente rico em nutritivos ácidos oleicos
ÓLEO DE SEMENTES DE ROSA MOSQUETA - Rico em ómega 3 e 6

 

Dito isto, há que referir que estes três óleos, que realmente são excepcionais e têm feito correr esta linha nas bocas do mundo, estão mesmo muito bem acompanhados em termos de formulação. A TBS apostou em grande quantidade nos ingredientes desta vez, aliando os óleos novos a formulações e ingredientes reconhecidos pela sua eficácia.

 

A colecção é composta por dois cremes hidratantes de dia (um para pele seca e outro para pele mista), um óleo hidratante e uma essência bifásica. Os meus preferidos são, como devem esperar, os dois últimos. Adoro ver que a TBS acompanhou a tendência das essências e dos óleos na melhor das formas. Além dos quatro produtos temos ainda um acessório para estimular a microcirculação que é mais ou menos intenso consoante a direcção em que é utilizado.

 

Se ainda não foram espreitar esta colecção à loja, vão espreitá-la, porque vale bem a pena e parece-me óptima para enfrentar o tempo frio que se avizinha.

Bálsamos de limpeza de rosto

Depois do post onde falei sobre os óleos de limpeza, achei por bem complementar com um post sobre os primos mais próximos: os bálsamos de limpeza. Não me vou alongar sobre o método de funcionamento dos bálsamos, pois passa exactamente pelo mesmo que os óleos: solubiliza as impurezas gordurosas na pele ainda seca e, com a adição de água, forma uma emulsão que é facilmente removida.

 

Vantagens e desvantagens? A principal vantagem em relação aos óleos é que, ao contrário deles, os bálsamos têm uma textura mais espessa como se fossem manteiga, permitindo uma maior facilidade ao manejar e menos risco de que o produto escorra para todo o lado antes de chegar ao rosto. Por outro lado, e particularmente no inverno já que estes produtos têm uma textura muito dependente da temperatura ambiente, as manteigas podem ser um pouco mais difíceis de utilizar. Os bálsamos tendem a ser também um pouco mais difíceis de remover pois a emulsificação demora um pouco mais (geralmente até vêm acompanhados de uma pequena toalha para facilitar esse processo (que em inglês recebe o nome de flannel ou muslin cloth). Por outro lado, pessoas com pele seca têm tendência a dar-se melhor com os bálsamos.

 

cleansing_balm_balsamo_limpeza_rosto.PNG

 

Deixo-vos então alguns exemplos. Começo, obviamente, por aquele que utilizo, o da The Body Shop. Gosto tanto dele que acabei por nunca sentir a necessidade de experimentar outros bálsamos de limpeza, além de ser o que tem o preço mais simpático. Ainda dentro de uma gama semelhante de preços, temos o Ultra Bland da Lush, que está disponível em dois tamanhos diferentes. De seguida, temos a pioneira nestas matérias de bálsamos, Eve Lom, que essencialmente lançou este tipo de produto para o mercado e consta que continua a ser dos melhores. Para quem segue bloggers internacionais, particularmente no Reino Unido, já devem conhecer o seguinte, da Emma Hardie, adorado por uma multidão de gente que jura a pés juntos que não há melhor maneira no mundo de remover a maquilhagem. O Take the Day Off da Clinique já conquistou também o seu lugar no mundo da cosmética e deu lugar a uma linha inteira de desmaquilhantes, mas a grande maioria continua a voltar-se para este bálsamo que aparentemente remove até a maquilhagem mais difícil. A Omorovicza acrescenta ainda um segundo benefício ao seu bálsamo, uma vez que criou um com função termogénica e que permite limpar em maior profundidade. Por fim, temos a REN com o seu bálsamo mais voltado para pele sensível e que agora também parece estar disponível em tubo, além do tradicional boião.

 

E vocês, já experimentaram algum bálsamo de limpeza? O que acharam?

Óleos de limpeza de rosto

Para quem não sabe, eu sou uma grande fã dos óleos de limpeza de rosto. E sim, eu tenho pele mista e aconselho-os a qualquer pessoa com pele (sensível, oleosa, mista, seca). Podia fazer um post enorme a explicar o porquê, mas a verdade é que tudo se explica com "semelhante dissolve semelhante". As impurezas do vosso rosto são em grande parte oleosas, o que significa que, se lavarem apenas com água, elas não saem (ta como a gordura não sai dos pratos por artes mágicas). Aquilo de que precisam é de um detergente ou de algo que consiga arrastar as impurezas consigo.

 

Qual é a ciência dos óleos de limpeza? A grande maioria aplica-se sobre o rosto seco (e maquilhado, são óptimos a remover maquilhagem), massaja-se de forma a garantir que todas as impurezas ficaram dissolvidas no óleo e depois remove-se com a ajuda de água. Neste caso a água vai funcionar no óleo porque são adicionados à fórmula ingredientes que fazem com que o óleo se misture facilmente com água, formando uma emulsão - os chamados agentes emulsificantes.

 

Assim consegue-se eliminar tudo sem que seja necessário esfregar intensivamente o rosto, o que costuma ser péssimo para as peles sensíveis, e sem eliminar a barreira protectora da pele. E isto também funciona nas peles oleosas. Essencialmente porque a oleosidade da pele é um mecanismo de protecção contra a desidratação e, se eliminarem completamente a gordura da pele até "ela chiar de tão limpa", estão mesmo a pedir que seja despoletada toda uma versão intensiva de produção de óleo para proteger a pele.

 

oleos_desmaquilhantes_cleanser_limpeza_rosto.PNG

Portanto deixo-vos aqui algumas sugestões de óleos de limpeza. Em farmácia têm disponível o da Lierac (obrigada à leitora Cátia Simões por me ter feito descobrir este) e dentro de em breve o da Caudalie, que faz parte das últimas novidades da marca. Por cá conseguem ainda arranjar o da The Body Shop, que eu adoro e uso frequentemente, o da Úna Brennan (na Kitchen Make Up Boutique) e o da L'Occitane. A versão em óleo do Take the Day Off da Clinique ainda não está em Portugal e, de todas as vezes que perguntei, ninguém me soube dizer quando chegaria, mas espero que esteja à venda por cá em breve, já que dizem maravilhas dele. Para quem tem o hábido de encomendar produtos em sites internacionais, recomendo ainda o da Origins, da First Aid Beauty e da Tata Harper.

 

Edit: para quem tiver curiosidade sobre bálsamos de limpeza podem consultar este post.