Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

The Skin Game

Blogue português escrito por uma profissional de farmácia e dedicado à dermocosmética.

Tendência: máscaras com carvão activado

rosto_mascaras_carvao_limpeza.PNG

 

De quando em vez surge um ingrediente "mágico" e com "super poderes nunca antes vistos". Às vezes esse ingrediente é mais velho do que nós nesta Terra. E às vezes, muito às vezes, até é um ingrediente que funciona.

 

O carvão activado é um óptimo adsorvente de partículas (não, não me enganei na letra, é mesmo adsorvente), mas geralmente não era utilizado devido... sim, já adivinharam. À cor. Segundo consta, limpar o rosto com uma substância preta tem tendência a deixar as pessoas pouco crentes quanto à sua eficácia, já que para nós branco é sinónimo de limpeza e o preto está na outra ponta do espectro.

 

Para quem tem a pele extremamente oleosa, o carvão activado é uma óptima maneira de eliminar o excesso de sebo do rosto e ainda dá para tirar umas selfies giras com uma pasta preta no rosto. A única que já experimentei foi a da Glamglow, que funciona às mil maravilhas em pele oleosa. Contudo, têm mais opções, duas delas acabadas de sair para o mercado (a da Sephora tornou-se da colecção permanente e a da Yes to Tomatoes). Para uma versão acessível e relativamente fácil de arranjar em Portugal, têm a máscara Dark Angels da Lush. A máscara da Origins é tida como uma das melhores, mas só conseguem arranjar em sites internacionais.Por fim têm ainda umas sugestões extra: Peter Thomas Roth, Bioré (cleanser) e Freeman Beauty (esfoliante).

Wishlist

wishlist.PNG

 

Não é que eu precise meeesmo de nenhum deles, mas há sempre aquele bichinho de experimentar produtos novos. Confesso que dois que ali estão já levaram a dose de testes com amostras e é exactamente por isso que estão na wishlist, sei que gosto deles e portanto quero adquiri-los (óleo de banho da Eucerin e sérum AcGlicolic).

 

Quanto aos outros, é curiosidade suscitada por diversas fontes. O creme de corpo da Clarins consta que é bastante caro, mas não consegui perceber se se vende por cá e portanto ainda não sei o preço, mas dizem que faz maravilhas pela pele dos braços em estado caótico (vejam o último vídeo da Sali Hughes com a Caroline Hirons, foi de lá que veio este).

 

A MartiDerm há algum tempo que me desperta curiosidade e sei que estas ampolas flash são dos poucos produtos que, numa só aplicação, já fazem diferenças consideráveis na pele. Portanto estou seriamente a pensar arranjar uma embalagem para experimentar.

 

O leite da Clinique talvez seja já o primeiro a ser adquirido. Não sou particularmente fã da marca, mas esta gama chamou-me a atenção. Como não gosto muito de usar bálsamos, vou para o leite de limpeza.

 

O sérum da Clarins não é propriamente necessário, mas como não gosto de recorrer a máscaras, prefiro ter um sérum de SOS que possa utilizar em dias de crise na pele do rosto, por isso estou a pensar adquiri-lo, mas talvez mais para o fim do Outono.

 

A água micelar da Bioderma é da tal gama que não se vende em Portugal, por isso ainda não tive oportunidade de a testar. De qualquer forma, é algo que me interessa mais para o tempo frio, por isso devo guardá-la também para essa altura.

Produtos para peles desidratadas

Agora que já vos falei dos tipos e estados de pele, já vos posso começar a falar em produtos para cada um deles sem problemas, porque sei que em caso de dúvidas em relação a este tema vocês podem sempre ir ali consultar. E este foi-me pedido assim que o blogue começou, portanto cá vai (sejam amigos meus, leitores antigos ou leitores novos, espero que saibam que podem sempre fazer pedidos de posts).

 

A dermocosmética é uma coisa que funciona muito por opiniões (baseadas em experiência, leituras, feedback e mais umas quantas coisas). Em termos de pele desidratada, por ser um estado de pele, a minha opinião é que a melhor forma de a atacar é através de tratamentos específicos em séruns e/ou máscaras. Porque o facto de uma pele estar desidratada não significa que não continue a precisar de emolientes ou matificantes, consoante os tipos de pele. Por isso, para mim os tratamentos para este tipo de casos são em complementos.

 

A pele desidratada responde bem a um certo número de ingredientes que promovem a hidratação: ácido hialurónico de alto e baixo peso molecular (têm funções diferentes e convém escolherem produtos que tenham ambos), vitamina B5 (pantenol), glicerina,vitamina B3 (niacinamida). Existem extractos florais que contêm diversos compostos que, em conjunto, acabam por resultar também. Dito isto, arranjem um sérum hidratante. A sério. Usem-no de dia, de noite, quando vos apetecer, mas por favor usem um. Mesmo que achem que não têm a pele desidratada (spoiler: provavelmente têm).

 

Em termos de séruns, deixo-vos aqui algumas sugestões:

 

seruns_pele_desidratada.PNG

 

 

Tentei arranjar de tudo um pouco, entre produtos que facilmente se arranjam por cá e outros que têm de se mandar vir através de lojas online ou amigos noutros países, produtos caros e acessíveis.

  • Hidraderm Hyal (Sesderma) - à base de ácido hialurónico e com nanotecnologia, embora também contenha retinol e reninaldeído em baixas dosagens. Está na minha lista de séruns a experimentar, mas o feedback que tenho é muito positivo. Nos produtos da Sesderma, e eu já comentei isto com eles, além do código de cores facilitar imenso a vida, os nomes são também muito esclareecedores e é uma marca com a qual gosto de trabalhar não só porque têm uma grande qualidade, mas também por causa disto, são uma marca inteligente. Disponível em farmácias ou parafarmácias.
  • Aqualia Thermal (Vichy) - quem fala habitualmente comigo sabe que eu não sou fã da Vichy. Contudo, e como não tenho nada contra a marca em si, se fazem um bom produto, é um bom produto e pronto. Conseguem-no por 25€ ou menos, o que o torna um dos mais acessíveis da lista. Em destaque na composição estão a glicerina e o ácido hialurónico. Disponível em farmácias ou parafarmácias.
  • Hydrating B5 Gel (SkinCeuticals) - tivesse eu ganho o Euromilhões e era para ele que corria. A SkinCeuticals é toda ela sobre ingredientes na quantidade certa e sem marketing necessário. E isso vê-se nos resultados. O destaque aqui vai para o ácido hialurónico e para a vit B5 (e para a quantidade mínima de produto que uma pessoa precisa realmente de usar para ver resultados). Disponível em farmácias.
  • Vinosource Sérum SOS (Caudalie) - para peles desidratadas e para quem gosta de apostar em fórmulas com menos ingredientes sintéticos, este sérum é decididamente um a ponderar. Os ingredientes em destaque são a água de uva, ácido hialurónico e glicerina. É um daqueles produtos que as pessoas compram assim que a embalagem está perto de acabar, porque notam mesmo os resultados. Disponível em farmácias ou parafarmácias.
  • Aquapulpe Elixir (Galénic) - depois da linha ter sido reformulada este sérum foi um dos que me chamou a atenção, e o feedback que tenho dele é bastante positivo. Na sua composição tem glicerina e ácido hialurónico. Disponível em farmácias ou parafarmácias.
  • Hydrabio (Bioderma) - um dia destes a Bioderma vai trazer esta linha para Portugal (fofinhos, eu gosto tantos de vocês, dêem-me ouvidos pf). Conseguem encomendá-la em sites espanhóis, por isso não é difícil de obter e acho que é o sérum desta lista com o preço mais simpático. Tem ácido hialurónico, niacinamida e glicerina.
  • Hydraquench Bi-Sérum Intensif (Clarins) - não sou particularmente ligada à cosmética selectiva, mas a Clarins é uma daquelas marcas que anda sempre debaixo de olho. Às vezes acertam e os produtos são maravilhosos, e é o caso deste sérum. É principalmente à base de ácido hialurónico, mas tem também alguns óleos de plantas na sua composição que o tornam um pouco diferente dos restantes. Disponível em perfumarias.
  • Hyal-Defence (Filorga) - os produtos da Filorga têm habitualmente um desempenho fantástico. Este sérum é à base de ácido hialurónico e tem uns quantos ingredientes que ajudam a preservá-lo quer na embalagem, quer na pele. Tem uma óptima tolerância, mas é um dos mais caros da lista. Disponível em farmácias.
  • Hydraluron (Indeed Labs) - se viram o post das rotinas, sabem que é este aquele que eu uso. E que o meu namorado usa. E que a minha mãe usa. Essencialmente é Hydraluron para a família toda que se quiser sujeitar a isso. Eu gosto muito, muito de produtos que não se perdem em tangas de marketing e vão direitinhos aos ingredientes. A lista INCI deste produto é absolutamente mínima e reduzida ao absolutamente essencial, o que resulta num produto com alta tolerância e eficácia. A desvantagem? Não se vende por cá (quer dizer, já o vi numas lojas a uns proibitivos 40€ quando eu o comprei a £16...). Mas podem sempre pedir a alguém ou ir a Londres de propósito comprar Hydraluron, é sempre uma boa desculpa.

mascaras_pele_desidratada.PNG

mascaras_pele_desidratada_2.PNG

 

Quanto a máscaras, e como eu não sou particularmente a maior utilizadora de máscaras (prefiro sempre uma boa rotina que previna o uso SOS de outros produtos), vou ser bem menos eloquente. Contudo, uma máscara hidratante à mão é sempre uma boa ideia, porque basta um dia em que se sujeitaram muito a ar condicionado (em dias de voos, por exemplo) ou com muito vento para haver uma mini emergência de pele desidratada. por aqui e deixo-vos apenas os produtos:

  • Hydrating B5 Masque (SkinCeuticals) - farmácias ou parafarmácias
  • AquaPrécis (Uriage) - farmácias ou parafarmácias
  • HidroMask (MartiDerm) - farmácias ou parafarmácias
  • Hydraphase (La Roche Posay) - farmácias ou parafarmácias
  • Masque-Crème Hydratant (Caudalie) - farmácias ou parafarmácias
  • Intensive Hydrating Masque (Aveda) - online
  • Rose Hydrate Intense Moisture Masque (Super Facialist by Úna Brennan) - na Kitchen Makeup Boutique ou online
  • Hydra-Intense Masque (Lancôme) - perfumarias
  • Skin Hydrating Masque (Dermalogica) - online
  • Ultra Facial Overnight Hydrating Masque (Kiehl's) - na loja em Lisboa ou online

Sobre mim

11755809_10206269942884003_7150327054008078443_n.j

Ana Alexandre, 28 anos, ribatejana convertida à bela cidade do Porto há uma década. Licenciada em Farmácia, formadora e actualmente a trabalhar na área da dermocosmética. 

 

Não sou a típica pessoa que esperam encontrar por detrás de um blogue de dermocosmética. Sou uma geek a tempo inteiro, com tudo a que tenho direito. Livros, comics, jogos, séries, filmes. E isso transparece em tudo o que faço, blogue incluído. 

 

Neste blogue poderão encontrar opiniões honestas sobre produtos de dermocosmética, novidades e posts informativos sobre algumas condições de pele e patologias. Estou sempre disponível para esclarecer as vossas questões, seja através de comentários, e-mail ou redes sociais. A melhor forma de entrarem em contacto comigo será sempre o Twitter.

 

 

 

Pág. 1/3